12.2 C
Catanduva
quarta-feira, maio 29, 2024
spot_img
InícioDestaquesAfastamento do prefeito Osvaldo será votado pela Câmara nesta terça, dia 9

Afastamento do prefeito Osvaldo será votado pela Câmara nesta terça, dia 9

Os vereadores que fazem parte da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga o setor de Comunicação da Prefeitura de Catanduva receberam um pedido para que o prefeito Osvaldo de Oliveira Rosa seja imediatamente afastado do cargo. O pedido foi apresentado pelo produtor de eventos Paulo Henrique Goldoni, mais conhecido como DJ Paulinho

“A comunicação de Catanduva é uma quadrilha, por isso muita gente que atua nesse setor não consegue trabalhar. Quem não faz parte do grupo não é requisitado e só as mesmas pessoas ganham as licitações. São notas e shows superfaturados, além do desvio de dinheiro público”, afirmou o produtor.

Paulinho também apresentou áudios que seriam atribuídos ao novo secretário de Comunicação, Richard Casal, que teria negociado valores para evitar denúncias de assédio moral contra o ex-coordenador, Caio Augusto dos Santos. Além de Richard, o próprio prefeito teria proposto dinheiro aos denunciantes.

“A ideia era blindar o Caio de todas as formas e evitar mais desgaste”.

Ainda de acordo com a testemunha, equipamentos que pertenceriam ao setor de Comunicação da Prefeitura de Catanduva estariam sendo alugados para eventos privados e até mesmo vendidos. Com base nessas denúncias, os vereadores Mauricio Gouvea, Marquinhos Ferreira, Cesar Patrick e Nelson Tozo foram até o depósito onde esses equipamentos deveriam estar guardados, mas não conseguiram acesso.

“As denúncias que recebemos hoje são muito graves. São supostas irregularidades, como a venda de equipamentos públicos em um mercado paralelo. Tudo isso precisa ser averiguado e, se comprovado, é preciso punir os responsáveis”, garantiu Mauricio, presidente da CEI.

Baseado nas denúncias, um pedido para que o prefeito Osvaldo seja imediatamente afastado do cargo, assinado pelo produtor de eventos Paulo Henrique Goldoni, foi aprovado pela CEI. O documento será analisado pelos vereadores durante sessão ordinária realizada nesta terça-feira, dia 9. Caso seja aprovado, o prefeito de Catanduva será afastado.

Mais denúncias

Criada com o intuito de investigar supostas irregularidades na Coordenadoria de Comunicação, praticadas pelo ex-coordenador, Caio Augusto dos Santos, a CEI apura a existência de superfaturamento em contratações de eventos municipais, acusações que envolvem assédio moral e a utilização de material produzido pela equipe de Comunicação e, consequentemente pago com dinheiro público, nas redes pessoais do prefeito Osvaldo de Oliveira Rosa, o que caracteriza crime de improbidade. Além disso, supostas negociatas com um grande grupo de comunicação de Catanduva também foram denunciadas.

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES