21 C
Catanduva
quarta-feira, junho 19, 2024
spot_img
InícioSaúdeDia Mundial da Saúde Ocular reforça a importância de medidas preventivas com...

Dia Mundial da Saúde Ocular reforça a importância de medidas preventivas com os olhos

No próximo dia 10 é celebrado o Dia Mundial da Saúde Ocular, data importante para lembrarmos dos cuidados preventivos com a saúde dos olhos. Segundo a Organização Mundial de Saúde, estima-se que 39 milhões de pessoas em todo o mundo são cegas e 246 milhões convivem com visão subnormal. O dado é alarmante e, em muitos casos, são doenças tratáveis, como explica a docente do IDOMED, Dra. Luciana de Morais Vicente.   

“Prevenção é palavra-chave quando se trata de saúde ocular. Além da visita periódica ao médico oftalmologista, é importante ficar atento aos sinais de que algo pode não estar bem, como por exemplo a diminuição súbita da visão, dor ocular, olhos vermelhos com frequência, sensação de cansaço nos olhos após período de leitura, embaçamento visual, lacrimejamento excessivo ou saída de secreção nos olhos”, explica a Dra. Luciana. 

Quem possuir familiares portadores de doenças oculares devem passar por avaliação de exame oftalmológico anualmente, com início ainda na infância. Além disso, a docente indica alguns cuidados que devem ser tomados no dia a dia: 

– Evitar coçar ou esfregar os olhos, para evitar lesões corneanas ou nas pálpebras;
– Evitar exposição prolongada aos raios UV sem proteção adequada;
– Utilizar colírios apenas com indicação médica;
– Higienizar os cílios e pálpebras com solução de água e shampoo neutro infantil diariamente;
– Cuidado para não passar a mão com álcool gel nos olhos;
– Fazer pequenas pausas durante as atividades no computador, tablet ou celular e olhar para um alvo distante. Dessa maneira, é possível descansar o músculo ciliar e evita-se o cansaço após atividades de leitura. 

Glaucoma e retinopatia diabética são duas das causas de perda irreversível da visão, entre outras, e quando descobertas no estágio inicial, podem ser tratadas e garantir qualidade de vida para os pacientes. 

“É comum o paciente demorar para procurar ajuda médica, minimizando os sintomas iniciais. Alguns até mesmo se automedicam. Isso é gravíssimo, pois perdemos a oportunidade de diagnóstico precoce e tratamento imediato. Na infância, uma visita antes dos 3 anos de idade e outra antes de iniciar as atividades escolares é o sugerido. Para os demais pacientes, está indicada uma visita ao oftalmologista anualmente ou quando houver algum desconforto ocular” encerra a professora. 

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES