16.7 C
Catanduva
quinta-feira, julho 18, 2024
spot_img
InícioCatanduvaEscola Nestor Sampaio Bittencourt firma parceria com o Tampinhas que Salvam

Escola Nestor Sampaio Bittencourt firma parceria com o Tampinhas que Salvam

Mais uma escola de Catanduva é parceira do Projeto Tampinhas que Salvam, que atua nas causas ‘animal’ e ‘meio ambiente’. A Escola Estadual Drº Nestor Sampaio Bittencourt passou a ser um ponto de coleta de tampinhas plásticas. As tampinhas serão destinadas corretamente (para reciclagem), evitando a poluição ambiental.

A parceria foi firmada no último dia 28 de abril, quando a idealizadora do projeto, a médica veterinária Ivânia Soldati, palestrou aos alunos do Ensino Médio. Ivânia foi recebida pela diretora Thais Zaccarelli Piekut e pelas professoras Anne Julie e Eliana Rangel.

“Temos no Nestor uma eletiva sobre animais, com o tema ‘Conversa de bicho’. Os temas são escolhidos pelos próprios alunos e fazem parte do Programa do Ensino Integral. Muitos estudantes do Nestor mostraram interesse em cursar medicina veterinária ou zootecnia e a Ivânia nos orientou sobre esse ‘mundo’ com muita didática”, falou a diretora Thais.

Segundo a diretora, ao saber do Projeto Tampinhas que Salvam, alunos, professores e servidores mostraram interesse em ajudar na coleta de tampinhas plásticas. “O projeto conta com causas nobres e justas e somos co responsáveis pela preservação do meio ambiente, sendo assim, será um prazer fazer parte deste projeto”, completou a diretora. A escola Nestor fica no bairro Parque Iracema, na rua Getulina, 330. As doações podem ser feitas da 8h às 17h.

“O engajamento dos nossos estudantes junto ao Projeto Tampinhas que Salvam é de extrema importância para que exerçam o protagonismo juvenil diante de causas tão nobres como as ligadas ao meio ambiente e resgate animal”, comentou a professora Anne, responsável pela eletiva ‘Conversa de bicho’.

O Tampinhas existe há 5 anos. Idealizado pela protetora dos animais Ivânia Soldati, o projeto visa juntar tampas plásticas e vender para a reciclagem. Todo o dinheiro é revertido para a causa animal. Além das tradicionais tampinhas de refrigerante, podem ser doadas tampas de achocolatado, shampoo, remédios, amaciante, pasta de dente, leite, entre outras.

Além do Nestor, outras duas escolas de Catanduva já trabalharam os temas ‘animal’ e ‘meio ambiente’ com seus alunos: a EMEF Arnaldo Zancaner e o Centro Educacional Técnico de Catanduva (CETEC). Ambas realizaram gincanas educativas envolvendo a coleta de tampinhas plásticas.

O Tampinhas que Salvam conta com 30 pontos espalhados por Catanduva. Os pontos estão no Facebook do projeto (facebook.com/tampinhasquesalvam).

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES