15.5 C
Catanduva
domingo, maio 26, 2024
spot_img
InícioCatanduvaHPA e HEC zeram internações por Covid após 3 anos em Catanduva

HPA e HEC zeram internações por Covid após 3 anos em Catanduva

Os hospitais Padre Albino e Emílio Carlos atingiram pela primeira vez, após três anos, a marca zero de casos suspeitos ou confirmados de transmissão do coronavírus SARS-CoV-2 (Covid-19), segundo informações do SCIH/Serviço de Controle de Infecção Hospitalar daquelas unidades.

Nos dias 23 e 24 de novembro, até o fechamento desta matéria, os hospitais não registraram internações de pacientes com suspeita do vírus, incluindo provenientes de Catanduva e região, o que não acontecia desde a entrada do primeiro caso de suspeita de contaminação, em 9 de março de 2020, há mais de três anos.

Para a enfermeira Rosana Braz, do SCIH, apesar dos dados favoráveis, as medidas de prevenção e controle devem ser mantidas. “Reforçamos os hábitos constantemente aos nossos profissionais que atuam nos serviços de saúde para evitar ou reduzir ao máximo a transmissão de microrganismos durante qualquer assistência realizada”, disse ela.

Segundo dados do Boletim Diário das unidades, a última alta com melhora do quadro foi no dia 22 de novembro e o último registro de óbito por Covid-19 no dia 2.

Desde janeiro até outubro deste ano foram registrados no Hospital Emilio Carlos 24 casos suspeitos e 14 positivos. No Hospital Padre Albino o número de suspeitos também foi 24 e apenas 3 positivos. A idade média não teve variação, ficando entre 0 a 98 anos.

O relatório informa que desde o início da pandemia foram internados 2.424 pacientes, com 1.765 altas e 659 óbitos.

Dados da plataforma SP Covid-19 InfoTraker da USP e Unesp mostram que internações por Covid caíram em hospitais de SP, uma redução de 22% no total de hospitalizados em enfermarias e UTIs públicas e privadas. No dia 18 de novembro o número caiu para 971 pacientes internados pela doença no Estado.

“Com a vacinação houve redução da ocupação dos leitos e atendimentos aos pacientes sintomáticos nos hospitais da Fundação Padre Albino. Por isso reforçamos que a população procure pelos serviços de saúde a fim de atualizar a carteira de vacinação e completar as doses necessárias de acordo com sua faixa etária e recomendações do Ministério da Saúde. Embora o momento seja de desaceleração da doença é importante seguir os cuidados básicos, evitando o contato por longo tempo com pessoas com sintomas gripais, ainda mais com a chegada das festas de final de ano, onde pode ocorrer a transmissão do vírus”, avisa Rosana.

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES