22.1 C
Catanduva
sábado, fevereiro 24, 2024
spot_img
InícioSaúdeÍndice de larvas do Aedes chega a 2,2% e Catanduva entra em...

Índice de larvas do Aedes chega a 2,2% e Catanduva entra em alerta para dengue

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Equipe Municipal de Combate ao Aedes aegypti (EMCAa), concluiu a Avaliação de Densidade Larvária (ADL). O resultado aponta que o índice larvário no município está 2,2%. Por conta disso, a cidade entra na condição de alerta para a infestação do Aedes, tendo em vista que o percentual satisfatório determinado pela Organização Mundial de Saúde, a OMS, é de 1%.

O estudo leva em consideração as amostras coletadas em outubro. A avaliação é realizada a cada três meses. Na avaliação atual, o resultado chama a atenção para aumento no percentual aferido, já que antes, em julho, o resultado aferido ficou em 1,4%.

Na avaliação, os agentes de endemias chegaram a 6.579 imóveis. Desse total, a vistoria foi feita em 3 mil casas. Outros 3.579 imóveis estavam fechados, no momento da inspeção.

Dentre os principais criadouros onde larvas foram encontradas estão: ralos internos e externos, bebedouros de animais, vasos de planta, baldes, piscina, garrafa descartável, pneus, lonas de plásticos e depósito para construção.

LARVAS DO AEDES NOS BAIRROS

A avaliação aponta ainda que as regiões com maior incidência de criadouros foram as seguintes áreas: 3 (4,83%), 1 (2,33%), 5 (2%), 4 (1%), e finalizando com a de nº 2 (0,83%).

Na área 3, que concentra o maior número de focos estão os seguintes bairros: Jardim Paraíso, Jardim Soto, Jardim Oriental, Jardim dos Coqueiros e Pedro Monteleone.

Na sequência está a área 1, que integra o São Francisco, Glória IV, Colina do Sol, Vila Bela, Higienópolis, Jardim Salles e Jardim Torre.

BOLETIM DA DENGUE

De acordo com o Boletim Edidemiológico de Dengue, os números de casos positivos da doença estão diminuindo nos últimos meses: junho – 354, julho – 113, agosto 80 e setembro – 34. Em outubro, 51 notificações estão sendo investigadas e 11 casos foram confirmados até o momento.

DISK-DENGUE

Com o relatório em mão, a EMCAa fará novo cronograma de ações visando o combate e controle do Aedes aegypti. Denúncias devem ser feitas pelo telefone (17) 3531-9200.

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES