18.2 C
Catanduva
sexta-feira, junho 21, 2024
spot_img
InícioCatanduvaMercado de energia é tema do NAENERGIA promovido pela ACE

Mercado de energia é tema do NAENERGIA promovido pela ACE

O mercado livre de energia – ambiente de negociação onde consumidores podem comprar alternativamente ao suprimento da concessionária – é um dos temas do NAENERGIA que será promovido pela Associação Comercial e Empresarial de Catanduva (ACE).
Com um parque industrial voltado principalmente a agroindústria, a região tem um polo
importante de geração de bioeletricidade a partir da biomassa. Um fator a ser “explorado”
entre as empresas geradoras e consumidoras de energia.
O evento que espera atrair empresas de todo noroeste paulista e grande São Paulo terá a
participação de palestrantes de empresas renomadas das áreas de mercado, tecnologia, ESG e eficiência energética.
Dados do segmento de geração indicam que a produção de energia por meio de biomassa de toda a região de Catanduva daria para abastecer em torno de 500 mil residências ao mês.
O NAENERGIA tem o foco em atrair os olhares das empresas para ampliar o potencial
energético no polo industrial e comercial da macrorregião e favorecer a redução de custos
com energia.
O encontro está marcado para o dia 27 de julho, no Schettini Eventos, em Catanduva, das 8h às 17 horas e terá a participação da Auren, do Grupo Votorantim Energia e mais duas
multinacionais da área de tecnologia, ESG e eficiência energética.
Dentro do mercado livre de energia, a maior parte do consumo e da produção é a partir de
fontes renováveis como a hidráulica, as termoelétricas, a solar, a biomassa e cogeração
qualificada. Essa geração e aquisição de energia, além de ser mais vantajosa financeiramente ainda diminui a emissão de poluentes na atmosfera e vem ao encontro da preparação e foco das empresas nas diretrizes do ESG (Environmental, social, and corporate governance).
A programação será composta por palestras com especialistas na área que falarão sobre
geração, comercialização, certificação de ESG e consumo de energia.
“Vamos apresentar uma infinidade de possibilidades para as indústrias e comércios –
geradoras e consumidoras de energia. Precisamos nos posicionar como uma região potente e umas das principais geradoras de energia por meio de fontes renováveis e possibilitar novos negócios. No segmento de aquisição no mercado livre, por exemplo, é possível ter uma redução em torno de 25% na fatura”, afirma o presidente da ACE, Marcos Escobar.
De acordo com a Associação da Indústria da Cogeração de Energia (Cogen), são cerca de 650 de usinas de cogeração em operação comercial no Brasil, que representa 18,8 GW da
capacidade, mais de 10% da matriz elétrica nacional.

Deste total, 62% vem da combustão a partir da biomassa da cana-de-açúcar e 17% por
unidades movidas a gás natural. Ainda, segundo Marcos Escobar, a região de Catanduva
representa em torno de 9% da energia cogerada da Região Sudeste do Brasil.
Mais informações podem ser obtidas pelos telefones: (17) 3524-9844 e (17) 9.9656-8670.

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES