15.5 C
Catanduva
domingo, maio 26, 2024
spot_img
InícioDestaquesPolícia Civil investiga grupo que ateou fogo em lojas do Centro de...

Polícia Civil investiga grupo que ateou fogo em lojas do Centro de Rio Preto

Após operação da Guarda Civil Municipal (GCM), que culminou na identificação de seis suspeitos, a Polícia Civil vai investigar o envolvimento dos detidos em tentativas de incêndio a quatro estabelecimentos comerciais ocorridas na madrugada desta terça-feira, 16/1, no Centro de Rio Preto. 

O grupo chegou a atear fogo em quatro portas de lojas do Calçadão, mas as chamas não se alastraram para dentro dos estabelecimentos comerciais.

Ainda durante a madrugada, logo após a ação criminosa, os agentes da GCM utilizaram imagens do monitoramento do Calçadão e de estabelecimentos comerciais para identificar um homem de 34 anos.

O suspeito foi localizado no cruzamento da rua Siqueira Campos com a Voluntários de São Paulo e alegou aos agentes que outro suspeito, também de 34 anos, teria oferecido drogas para quem colocasse fogo aleatoriamente em lojas do Centro.

A ação criminosa seria uma represália à morte de Cássio Marcos de Almeida Nunes, que foi baleado após reagir à abordagem da Polícia Militar.

O primeiro abordado pela GCM apontou ainda outros dois suspeitos – de 34 e 21 anos – que teriam participado da ação criminosa. O mais velho informou aos guardas que acompanhou o ocorrido, mas não participou, emprestando apenas um cobertor para que os outros envolvidos escondessem o rosto.

O mais jovem afirmou que sabia da oferta de drogas para atear fogo nos comércios, mas que não participou do crime. A versão contradiz, no entanto, com as imagens de câmeras de segurança que mostram suspeito vestindo bermuda semelhante à que ele usava no momento da abordagem.

Outros dois homens, que estariam hospedados em um hotel no Centro, foram apontados como os responsáveis por entregar as drogas ao suspeito que ofereceu os entorpecentes aos demais.

O caso foi registrado em boletim de ocorrência e será investigado pela Polícia Civil.

Prisão

Na mesma madrugada, um homem de 25 anos foi preso pela GCM, por arrombar e furtar uma loja na região central da cidade.

Guardas da Central de Monitoramento da GCM visualizaram o arrombamento. Uma viatura foi enviada ao local e, com as características do indivíduo, os GCMs o localizaram e prenderam.

Colaborou: Roger Assis/GCM

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES