16.1 C
Catanduva
sexta-feira, junho 21, 2024
spot_img
InícioCatanduvaProfissionais do HPA e HEC participam de encontro sobre doação de órgãos

Profissionais do HPA e HEC participam de encontro sobre doação de órgãos

Para ocorrer transplantes de rins e outros órgãos são necessários doadores e o aprimoramento do processo de captação. Este foi o objetivo do 10º Encontro das Comissões Intra-hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes/CIHDOTT, organizado pela Organização de Procura de Órgãos (OPO) do Hospital de Base. As atividades ocorreram no Centro de Convenções da Famerp – Faculdade de Medicina de Rio Preto, na manhã do último sábado (18 de maio) com a participação de membros da comissão dos hospitais da Fundação Padre Albino.

Na programação, qualificação no processo de morte encefálica, comunicação em situações críticas e entrevista familiar, temas compartilhados por renomados profissionais de saúde. “O evento buscou a interação entre comissões visando sanar possíveis dúvidas e questões cotidianas enfrentadas durante o processo de convencimento da doação de órgãos e tecidos, assim melhorando nossos índices”, explicou Carlos Eduardo Mancini Gomes, enfermeiro coordenador da CIHDOTT-FPA.

Dentre os temas propostos no encontro foi apresentada a Autorização eletrônica de doação de órgão (aedo.org.br), projeto já em uso pelos cartórios do Brasil, onde o cidadão pode manifestar oficialmente em vida, e sem sair de casa, seu desejo de doar os órgãos e tecidos, de autoria da advogada Dra. Maria Gabriela Caetano, que pode auxiliar a decisão familiar no processo de convencimento feito pela CIHDOTT. “Eu senti na família a angústia da espera por um doador de órgão quando meu pai precisou ficar na fila pelo transplante. Se faz urgente a divulgação dessa plataforma que pode agilizar o processo de doação, já que, mesmo com a autorização em vida do doador, mas sem documento oficial, a doação pode não ocorrer pela negativa familiar. É de fácil preenchimento e você recebe diretamente em seu e-mail já assinado e autenticado pelo cartório”, explica a advogada.

O Encontro também teve a presença do diretor do Departamento Regional de Saúde XV (DRS XV), Dr. Guilherme Camargo, diretores, lideranças e profissionais do complexo Funfarme, da Famerp e demais hospitais da região.

O coordenador da Organização de Procura de Órgãos (OPO) do HB, Dr. João Fernando Picollo, falou da importância de se manter os profissionais integrados para melhorar ainda mais os números de doação de órgãos. “Nossa região tem bons números de aceitação das famílias e de doadores por milhão de habitantes. Para se ter ideia, a referência mundial no número de doadores por milhão de habitantes é a Espanha, que está em 50. Nós temos aqui um número de 45, graças aos encontros como estes e capacitação dos profissionais de Rio Preto e toda região”, ressaltou.

Representaram os hospitais da FPA os enfermeiros Carlos Eduardo Mancini Gomes, Lucas Gonçalves Marcello e Luís Carlos Ferraz.

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES