15.1 C
Catanduva
quinta-feira, maio 23, 2024
spot_img
InícioCatanduvaReconhecimento e voluntariado são exaltados nos Troféus Fundação Padre Albino e Monsenhor...

Reconhecimento e voluntariado são exaltados nos Troféus Fundação Padre Albino e Monsenhor Albino

O conselheiro e presidente do Conselho de Administração, José Carlos Rodrigues Amarante, e a coordenadora de Departamento Pessoal da Fundação Padre Albino, Sueli Ravazzi, receberam na última quinta-feira, 28, os troféus Monsenhor Albino e Fundação Padre Albino, respectivamente. O evento aconteceu no auditório do campus São Francisco da Unifipa e fez parte da programação da XXXII Semana Monsenhor Albino.

Apresentado pelo assessor de imprensa da FPA, Mauro Assi, a outorga contou com a presença de conselheiros, diretores, gestores, colaboradores, familiares e amigos dos homenageados. “O Troféu Fundação Padre Albino tem o objetivo de reconhecer e homenagear seus colaboradores, ainda em vida, que se destacam com algum ato em dedicação à Fundação, agradecendo pelos bons serviços prestados e para que seu trabalho seja estímulo e exemplo para seus colegas”, disse Mauro antes de anunciar a entrega do troféu para Sueli Ravazzi.

Muito emocionada, após uma breve homenagem feita pela gerente de RH, Tatiane Devitto, Sueli resumiu o que sentia. “É uma honra receber tamanha homenagem, pois isso mostra o quanto a instituição preza pelo reconhecimento de seus funcionários. Será uma data que nunca vou me esquecer”.

Em seguida foi entregue para Amarante o Troféu Monsenhor Albino, que reconhece os méritos de pessoas que, de alguma forma, colaboraram e auxiliaram Monsenhor Albino ou que colaborem e/ou trabalhem pela Fundação Padre Albino com o mesmo espírito benemérito e cristão de Monsenhor Albino.

Antes da entrega, o conselheiro curador e reitor da Unifipa, Nelson Jimenes, que recebeu o mesmo troféu em 2022, dirigiu as palavras ao amigo. “Nos conhecemos de fato no dia da nossa posse no Conselho de Curadores, em 1º de junho de 2000, e pela nossa maneira semelhante de pensar e agir, fomos nos tornando como irmãos dentro da Fundação e não tomamos nenhuma decisão relevante sem nos consultar um ao outro. Há 23 anos temos os mesmos sentimentos de fraternidade, um legado precioso”, lembrou.

Recebendo a homenagem, Amarante usou a tribuna para agradecer. “É realmente uma honra receber este troféu, que tem um sentido muito especial para mim, pois representa o reconhecimento do nosso trabalho e de todos nós que estamos neste momento aqui, física ou espiritualmente. Há 23 anos recebi o convite e decidi me tornar voluntário da Fundação Padre Albino e aquela decisão me deu a oportunidade de trabalhar por uma causa que deu novo sentido à minha vida, sentido no qual acredito profundamente”.

A cerimônia teve a presença de Padre Synval Januário, membro honorário da FPA e pode conviver com Padre Albino durante sua caminhada religiosa. Após os protocolos, coquetel de confraternização foi servido aos convidados.

Os homenageados

Sueli Ravazzi foi admitida em 1º de abril de 1993 como escriturária no Arquivo do Hospital Emílio Carlos. Em julho do mesmo ano foi transferida, com o mesmo cargo, para o Setor de Enfermagem e Quimioterapia. Em 1º de fevereiro de 2001 passou a Auxiliar de Departamento Pessoal na Coordenadoria Geral da Fundação. Em 1º de janeiro de 2011 foi promovida a Supervisora e em 05 de fevereiro de 2021 a Coordenadora de Departamento Pessoal, cargo que ocupa atualmente.

Amarante foi admitido no Conselho de Curadores da Fundação Padre Albino em 1º de junho de 2000 e já em novembro passou a ocupar o cargo de 3º Tesoureiro da Diretoria Administrativa e de diretor Administrativo-Financeiro a partir de dezembro do mesmo ano. Foi 1º Tesoureiro da Diretoria Administrativa, membro efetivo do Conselho Fiscal e 1º secretário do Conselho de Curadores. Em abril de 2009 foi designado vice-diretor das Faculdades Integradas Padre Albino, com mandato até maio de 2011, sendo reconduzido, com mandato até 2013. Em setembro de 2009, com alteração estatutária, passou a ser membro do Conselho de Administração. Em maio de 2012 renunciou ao cargo de membro do Conselho de Administração para ser presidente da Diretoria Administrativa, com mandato até março de 2013, tendo sido reeleito para mais dois mandatos, até março de 2021, sendo, no entanto, alterado para até dezembro de 2019 devido a mudança no Estatuto. A partir de 1º de janeiro de 2020 assume o cargo de presidente do Conselho de Administração, com mandato até 31/12/2023. Dedica-se integralmente ao voluntariado na Fundação Padre Albino.

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES