22.3 C
Catanduva
sábado, fevereiro 24, 2024
spot_img
InícioCatanduvaAmbulatório Oftalmológico do HEC realizou mais 10 mil atendimentos de glaucoma em...

Ambulatório Oftalmológico do HEC realizou mais 10 mil atendimentos de glaucoma em 2022

O glaucoma é doença ocular crônica que pode levar a perda gradual da visão. Em 2022, o Ambulatório do Hospital Emilio Carlos realizou 10.282 procedimentos oftalmológicos, 43% somente para casos confirmados de glaucoma, cerca de 4.400 atendimentos. Os dados constam no Relatório de Atividades 2022 da Fundação Padre Albino.

O alto número de casos na região demonstra a importância da conscientização e prevenção da doença. É o que diz a Dra. Maria Elizabete Jimenes de Campos (foto), médica oftalmologista responsável pelo ambulatório. “O glaucoma é uma das principais causas de cegueira irreversível no mundo. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são essenciais para prevenir a perda de visão e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Por isso, é fundamental que as pessoas façam consultas oftalmológicas regularmente, especialmente a partir dos 40 anos de idade, quando o risco de desenvolver a doença aumenta”, disse a médica, que é formada na XVI Turma do curso de Medicina Fameca/Unifipa, com mestrado em glaucoma pela USP/Ribeirão Preto.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, no Brasil estima-se que cerca de 2% da população sofra com a doença, o que representa cerca de 4 milhões de pessoas. “Infelizmente, muitos desses casos permanecem subdiagnosticados ou subtratados, o que pode levar a consequências graves para a visão”, frisa Dra. Elizabete, que alerta para os riscos quando se interrompe o tratamento após a melhora com medicação. “Quando se tem a melhora, o paciente acha que pode parar o tratamento, o que é um erro grave, podendo até potencializar a doença. Por isso, reforçamos a interação entre pacientes para a conscientização”.

Causa hereditária, a doença atinge, também, quatro vezes mais pessoas da raça negra, mulheres e pessoas acima de 45 anos. Medidas simples, como a prática de atividades físicas regulares, a alimentação equilibrada e o controle da pressão arterial podem contribuir para a prevenção do glaucoma. Para a prevenção, a dica da doutora é usar óculos com proteção à luz azul, uso de colírio lubrificante e evitar levar as mãos aos olhos.

O Ambulatório de Oftalmologia do HEC tornou-se referência na busca pelo atendimento especializado. Pacientes da região são encaminhados todos os dias para consultas, tratamentos e exames de diagnósticos, 99% via SUS. A médica explica que, além do acompanhamento médico necessário, o hospital faz entrega gratuita do colírio para pacientes que fazem tratamento. Portanto, os números apresentados no Relatório de Atividades reforçam a importância da conscientização e prevenção do glaucoma. “É preciso que todos os setores da sociedade se unam para promover a saúde ocular e garantir o acesso aos diagnósticos e tratamentos adequados”, finaliza Dra. Maria Elizabete Jimenes de Campos.

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES