15.1 C
Catanduva
quinta-feira, maio 23, 2024
spot_img
InícioRegiãoSão José do Rio PretoCarol Gattaz e Virna, medalhistas olímpicas de vôlei, confirmam presença em Jogos...

Carol Gattaz e Virna, medalhistas olímpicas de vôlei, confirmam presença em Jogos Abertos

Após duas décadas sem sediar os Jogos Abertos ‘Horácio Baby Barioni’, Rio Preto prepara inúmeras surpresas para a cerimônia oficial de abertura do evento, entre elas, a participação das medalhistas olímpicas, ambas pelo vôlei brasileiro, Carol Gattaz e Virna.

“Queremos valorizar os nossos talentos, nomes que fazem de Rio Preto uma cidade referência não apenas na medicina, mas também no esporte. A Carol Gattaz é atleta de Rio Preto e, logo no primeiro contato, se prontificou a participar deste momento. Além dela, outros esportistas irão coroar este momento como o Claudiney Batista, o Duda, a Virna e tantos outros”, destacou o secretário de Esportes e Lazer, Fábio Marcondes.

O evento será realizado no Centro Regional de Eventos, nesta quinta-feira, dia 5/10, a partir das 18h30, com o desfile das 187 delegações, juramento do atleta, intervenções culturais, fala de autoridades e acendimento da pira.

“A realização do Jogos Abertos em Rio Preto deixará um legado para o esporte da nossa cidade. Temos estrutura, como ginásios e quadras, além de contar com a parceria da iniciativa privada para aumentar o número de espaços que serão utilizados durante as competições. Não tenho dúvidas de que iremos realizar um evento de muita qualidade”, disse o prefeito Edinho Araújo.

Após a cerimônia, os participantes irão acompanhar a apresentação do DJ Basim, com o Baile do Black.

A edição de número 85 dos Jogos Abertos irá reunir 187 cidades paulistas e deve envolver mais de 8 mil competidores, de 2 a 14 de outubro. Serão 28 modalidades disputadas: atletismo, badminton, basquetebol, basquetebol 3×3, biribol, bocha, boxe, capoeira, ciclismo, damas, futebol, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, judô, karatê, kickboxing, malha, natação, supino, taekwondo, tênis, tênis de mesa, voleibol, vôlei de praia, wrestling e xadrez.

As provas serão realizadas em 26 locais, entre espaços públicos e parcerias para a utilização de campos, quadras, piscinas com o Colégio São José, Famerp, Instituto Federal, Monte Líbano, Sesc, Sesi, Rio Preto Automóvel Clube e Shopping Cidade Norte.

Nesta segunda-feira, dia 2, começou a recepção dos atletas nas escolas que servirão de alojamento ao longo dos jogos. Nesta terça-feira, dia 3, serão realizados os congressos técnicos, com entrega de relatório nominal. Já no dia 4, quarta-feira, acontecem as primeiras disputas das seguintes modalidades: basquetebol, handebol, futebol, malha, tênis, tênis de mesa e vôlei de praia.

Confira a programação completa no site oficial dos Jogos Abertos da Prefeitura Rio Preto, acesse o link: https://www.riopreto.sp.gov.br/jogosabertos/

Carol Gattaz
Carol Gattaz jogou futsal e basquete antes de se dedicar ao vôlei. Aos 17 anos, mudou-se para São Caetano do Sul (SP) e passou a integrar o time da cidade. Foi convocada pela primeira vez para a seleção principal em 2003 e se firmou como uma das principais centrais do país. A experiência olímpica, no entanto, demorou a chegar. Ela foi cortada de Pequim 2008 e ficou fora da lista para Londres 2012 e Rio 2016. A atleta pensou em encerrar seu ciclo na seleção, mas superou a frustração e chegou as Jogos Olímpicos Tóquio 2020, sua primeira missão com o Time Brasil. Aos 40 anos, tornou-se a mulher mais velha a conquistar uma medalha para o país.

Virna Cristine Dantas Dias

Virna virou titular da seleção brasileira nos Jogos Olímpicos Atlanta 1996 por uma infelicidade da companheira Hilma, que sofreu uma lesão logo na partida de estreia. A partir dali, a ponteira se tornou peça indispensável na equipe, disputando ainda outros dois Jogos Olímpicos, Sydney 2000 e Atenas 2004. Depois de sua terceira experiência olímpica, Virna encerrou sua carreira pela seleção e, mais tarde, se arriscou no vôlei de praia, jogando ao lado de Sandra Pires.

Claudiney Batista
Claudiney Batista dos Santos (Bocaiuva, 13 de novembro de 1978) é um atleta paralímpico brasileiro e recordista mundial da classe F56. Em 2005 sofreu um acidente de moto, e devido aos ferimentos teve que amputar sua perna. Em Conquistou a medalha de ouro, após quebra de recorde, nos Jogos Paralímpicos de Verão de 2016 no Rio de Janeiro, representando seu país na categoria lançamento de dardo.

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES