16.7 C
Catanduva
quinta-feira, julho 18, 2024
spot_img
InícioEconomiaCrescimento do Agronegócio em Catanduva alavanca crédito rural que bate recorde

Crescimento do Agronegócio em Catanduva alavanca crédito rural que bate recorde

O crescimento do setor do agronegócio de Catanduva fomentou a demanda de crédito rural no município com uma movimentação de R$ 345,5 milhões em 2022, aumento de 17,8% em relação ao ano de 2021. Esse foi o maior valor registrado dos últimos 10 anos. A expansão do segmento estimulou a abertura de novas empresas e a geração de empregos na cadeia produtiva do agronegócio. Os dados são do Banco Central do Brasil (BC) e foram compilados pela “Plataforma Observatório Econômico: indicadores para o desenvolvimento local”, da Prefeitura Municipal de Catanduva.

A aplicação de recursos foi mais alta no custeio com a alocação de R$ 203,4 milhões (58,9% do total); seguido pelos investimentos com R$ 89,6 milhões (25,9%); comercialização com R$ 31,1 milhões (9,0%) e industrialização com R$ 21,4 milhões (6,2%). Os dados evidenciam que o maior crescimento foi do crédito para industrialização, cuja expansão no município foi de 50,7% entre 2021 e 2022, seguidos pela elevação dos recursos destinados ao custeio com alta de 30,3%.

O levantamento revela ainda que os recursos de crédito rural foram aplicados em diversas culturas e finalidades. Registrou-se alocação para as culturas de soja, milho, café, trigo, cana de açúcar, bovinos e também para a aquisição de máquinas e implementos agrícolas, colheitadeiras, tratores, construção de armazéns e depósitos. Os maiores valores foram destinados à cultura da soja, totalizando R$ 79,8 milhões, em seguida, aparece o segmento de bovinos com R$ 68,9 milhões, milho com R$ 31,9 milhões e, na quarta posição, café com R$ 17,2 milhões. Para máquinas e equipamentos foram destinados R$ 13,9 milhões, para aquisição de tratores R$ 10,7 milhões e para colheitadeiras R$ 10 milhões. Para construção e reforma de silos, armazéns, galpões e instalações diversas, as empresas locais alocaram R$ 6 milhões. O crescimento do setor estimulou a abertura de empresas da cadeia produtiva do agronegócio, com a instalação de 52 empreendimentos entre janeiro e novembro de 2022, segundo dados levantados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho.

As principais atividades foram o cultivo de cana com 22 empresas e a criação de bovinos para corte com cinco unidades. Os serviços de preparação de terrenos, cultivo, colheita e manutenção e a atividade de reparação de máquinas e equipamentos para agricultura e pecuária, contabilizaram quatro empreendimentos cada. E, empatados com dois negócios cada, estão o cultivo de cítricos, a fabricação de máquinas e equipamentos para agricultura e pecuária, o comércio atacadista de máquinas e equipamentos para agricultura e pecuária e o comércio de insumos agropecuários. Registrou-se também o início de atividades relacionadas ao cultivo de soja, amendoim, mandioca, horticultura, cultivo de flores, laranja, entre outros. Os logradouros de destaque na instalação das novas empresas, além das propriedades rurais no município, se concentram no perímetro urbano o bairro Santo Antônio (quatro estabelecimentos) e na rua Treze de Maio (três empreendimentos). De acordo com Guilherme Mendes Thomaz, analista de Negócios e Gestor de projetos do SEBRAE, em 2022 foi iniciado o mapeamento de oportunidades e início das tratativas para apoiar e acompanhar os produtores rurais de Catanduva e região, com planejamento de produção e comercialização. “O objetivo dessa ação é aumentar o faturamento e produtividade da agricultura familiar no município. O aquecimento econômico do segmento impactou positivamente o mercado de trabalho, resultando em 193 admissões no ano de 2022”, destaca.

O Prefeito de Catanduva, Padre Osvaldo de Oliveira Rosa, comemora os resultados positivos e a fase de prosperidade e crescimento econômico do município. “Esse desenvolvimento tem repercutido favoravelmente na qualidade de vida da população, sendo fruto do trabalho do povo catanduvense, e a integração dos empresários e da gestão pública”, complementa.

Parcerias com o município que alavancam o setor agro

Banco do Povo: é um programa do Governo do Estado de São Paulo em parceria com a Prefeitura de Catanduva através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, com microcrédito que visa fomentar a economia local por meio de pequenos empreendedores para investir no seu negócio e com linha especial para produtor rural para a aquisição de insumos, sementes, preparação de solo, máquinas, equipamentos e ferramentas, com juros a partir de 0,35% ao mês e valor de até 21 mil. Em 2022 foram mais de 1,8 milhões em empréstimos no município.

Desenvolve SP: É a mais nova parceria da Prefeitura de Catanduva, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico com a instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, conhecida como banco do empreendedor, com prazos longos e taxas de juros a partir de 0,33% ao mês + Selic, com empréstimos de até 30 milhões. O crédito está disponível para empresas com faturamento a partir de 81 mil. O foco é apoiar o desenvolvimento das pequenas e médias empresas, incentivando o crescimento da economia e a geração de emprego e de renda no município. As linhas de créditos disponíveis atendem as necessidades das empresas, financiando os projetos de investimento em ampliações e modernizações, a aquisição de máquinas e equipamentos e projetos inovadores, inclusive para o agronegócio.

As instituições (Banco do Povo e Desenvolve SP) atendem na Prefeitura Municipal de Catanduva – Praça Conde Francisco Matarazzo, 01 – Centro na Secretaria de Desenvolvimento Econômico – 4º andar das 09h às 16h.

O Secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Catanduva, José Rodrigo Sanches, ressalta que “os resultados evidenciam o ciclo de crescimento econômico de Catanduva, que vem apresentando desempenho positivo em vários indicadores econômicos, com destaque para geração de empregos, exportações e abertura de empresas, tracionado pelos investimentos e fortalecimento dos setores da indústria, comércio, serviços e agronegócios, entre outros”, finaliza.

Inteligência em dados e indicadores econômicos

A Plataforma “Observatório Econômico: indicadores para o desenvolvimento local” têm por objetivo atender a necessidade dos municípios de obtenção de conhecimento atualizado, preciso e integrado, sobre sua situação econômica, por meio da disponibilidade imediata de informações para o setor de desenvolvimento econômico, que embasam projetos, ações e melhorias nas políticas públicas, favorecendo o desenvolvimento e a retomada do crescimento econômico.

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES