16.7 C
Catanduva
quinta-feira, julho 18, 2024
spot_img
InícioRegiãoSão José do Rio PretoInterprete de libras acompanha parto de paciente surda em Rio Preto

Interprete de libras acompanha parto de paciente surda em Rio Preto

m

Íris Jaqueline Stort, 36 anos, grávida do terceiro filho, precisou de uma ajuda especial logo nas primeiras horas da manhã de sexta-feira, dia 6. A gestante passava por exames de rotina na UBS Lealdade, em Rio Preto, quando entrou em trabalho de parto, dez dias antes do previsto. Seria a penúltima consulta antes da data prevista do parto, agendado para 15 de janeiro.

Durante a consulta médica, Íris relatou que estava sentindo muitas dores. Quando passou pelo exame do toque, a média já constatou uma dilatação entre 4 e 5 centímetros. “Foi tudo muito rápido. Fui orientando a paciente sobre o que estava acontecendo até que ela fosse regulada, via Samu, para a Santa Casa. O parto seria realizado ainda hoje”, conta emotiva a intérprete de libras, Emily Ribeiro.

Emily Ribeiro é intérprete de Libras na Secretaria de Saúde há 2 anos e acompanha a Íris desde o momento em que ela descobriu a gravidez. “Quando ela me falou sobre a suspeita, fui com ela à UBS Lealdade, (que é a referência dela) e lá, fizemos os exames e iniciamos o pré-natal. Fui em todas as consultas médicas e exames de ultrassonografias da Íris, sempre estive próxima dela nesse momento especial”, destacou a intérprete. Esse foi o segundo parto que a Emily acompanhou. O primeiro aconteceu em setembro de 2021, um parto cesariano.

Íris e Emily seguiram para a Santa Casa. Lá, a equipe da obstetrícia já aguardava pela chegada da paciente. Não demorou muito para que o pequeno Lucas viesse ao mundo. No centro cirúrgico, Emily acalmava a mamãe, que recebia pela primeira vez esse tipo de acompanhamento. “Ela relatou que nas duas gestações anteriores não teve o suporte que está tendo agora. Durante todo o trajeto da remoção, da UBS até a Santa Casa, ela foi narrando que esse apoio emocional trazia inclusão e segurança”, contou Emily.

Um parto natural, acompanhado pela irmã de Íris, Aline Stort. Como Lucas resolveu chegar antes do previsto, o pai, Washington Luiz Louzada Viana, não pode acompanhar este momento, já que estava fora da cidade a trabalho.

Lucas nasceu às 12h45, pesando 3,355 quilos e medindo 48 centímetros. O momento emocionou até os profissionais que já estão acostumados com esse tipo de cirurgia. Assim que bebê nasceu, Íris perguntou para a intérprete se o filho estava chorando. “A preocupação dela era saber se o terceiro filho teria alguma deficiência auditiva. O momento mais emocionante foi quando ela beijou o filho e ele, como se quisesse responder à pergunta, chorou”, disse Emily.

Os irmãos do pequeno Lucas, Renan de 15 anos e Rafael de 11 anos, também não têm nenhum tipo de deficiência auditiva. Íris ficou surda ainda no ventre da mãe, que contraiu rubéola durante a gestação.

Em Rio Preto, para ter o acompanhamento do intérprete de Libras no sistema de Saúde, é necessário entrar em contato pelo número (17) 99262 1968. O acolhimento é feito através de chamada de vídeo.

O serviço é oferecido há mais de 10 anos na cidade. Atualmente, a assistência é oferecida por dois profissionais que acompanham cerca de 300 surdos e mudos aos serviços de saúde, fazendo toda comunicação entre os profissionais e os pacientes, garantindo assim a acessibilidade e a compreensão dos tratamentos oferecidos.

Mariana Lachi
Mariana Lachi
Mariana Lachi - Jornalista com formação em Comunicação Social e Pedagoga. Experiência em um pouquinho de tudo: TV, rádio, revista, assessoria de imprensa e jornal impresso. Atua há mais de 20 anos com mídia.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

POSTS POPULARES